Ouvir Baixar Podcast
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 17/10 08h57 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 17/10 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 17/10 08h30 GMT
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 16/10 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 16/10 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 16/10 14h00 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 15/10 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 15/10 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Brasil

"Pouco suspense e muita indiferença", destaca imprensa francesa sobre a votação em Brasília

media Artigo do jornal Le Monde desta quinta-feira, traz em sua manchete: "O presidente brasileiro escapou de um processo face à indiferença quase geral". Reprodução jornal Le Monde

Os jornais franceses voltam a destacar nesta quinta-feira (3), pelo segundo dia consecutivo, o presidente Michel Temer, o Congresso brasileiro e a trama de uma "grave crise política".

Segundo Le Figaro, que traz o título "Brasil: o presidente Temer escapa do processo", "o presidente conservador Michel Temer conseguiu os votos necessários no Congresso para impedir a abertura de um eventual processo. Apesar da acusação de corrupção, ele salva mais uma vez seu mandato", publica o diário.

Apesar do nível de aprovação no fundo do abismo (5%), "o presidente parece no entanto ter uma margem de manobra maior para implementar as medidas de austeridade exigidas pelo mercado para fazer o Brasil sair de uma recessão histórica", analisa o Figaro.

Toma lá, dá cá

O jornal francês também contextualiza que "a maioria dos deputados que votaram contra a abertura de um processo para investigar Michel Temer destacou a necessidade de implementar estas medidas, especialmente a reforma da previdência, cujo exame pelo Parlamento brasileiro se encontra parado por causa da crise política. O início da sessão também foi marcada por fortes protestos da esquerda pedindo a cabeça do presidente".

Na mesma linha, o jornal Le Monde traz em sua manchete: "O presidente brasileiro escapou ao processo no meio de uma indiferença quase generalizada". E continua: "O pedido de abertura de processo contra Michel Temer, suspeito de aceitar subornos, foi rejeitada pela Câmara dos Deputados nesta quarta-feira com 36 votos de diferença".

A correspondente do Le Monde em São Paulo, Claire Gatinois, afirma que "a alguns ele prometeu favores, a outros créditos ou o desbloqueamento de emendas favoráveis".

"Esquecendo a escassez orçamentária e pensando apenas na sobrevivência, o presidente brasileiro, Michel Temer, com o sorriso apenas um pouco mais crispado do que o habitual, compareceu nesta terça-feira (1) ao jantar onde convidou quase cem dos chamados membros do "baixo clero", esses deputados indecisos que não pertencem a nenhum dos grandes partidos, na véspera de um voto trágico e histórico na câmara de deputados, que poderia levar à suspensão do seu mandato", escreve Le Monde.
 
"Suspense, houve muito pouco. Apesar de uma maioria esmagadora da população a favor da destituição de Michel Temer e do tom indignado de alguns deputados, acusando-o de ser um "ladrão" (como o Major Olímpio, do partido Solidariedade, SD), ou denunciando uma política que destrói os direitos dos trabalhadores e que deseja 'transformar a Amazônia num queijo suíço' (segundo Carlos Zarattini, PT) o presidente provou, mais uma vez, sua capacidade para enfrentar as tempestades, analisa Claire Gatinois.

"Brasileiros cansados e mais interessados em Neymar"

"Para o cientista político Paulo Baia, "nesta quarta-feira a Lava Jato recebe um golpe mortal, no meio da quase indiferença dos brasileiros, cansados e mais interessados na transferência de estrela de futebol Neymar do Barcelona para o PSG", finaliza Le Monde.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.