Ouvir Baixar Podcast
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 17/10 08h57 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 17/10 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 17/10 08h30 GMT
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 16/10 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 16/10 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 16/10 14h00 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 15/10 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 15/10 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Brasil

Gastronomia paraense é a mais bem avaliada por turistas estrangeiros no Brasil, diz pesquisa

media O tacacá, com camarão, tucupi e jambu, é um dos pratos típicos paraenses Divulgação

Uma pesquisa do Ministério do Turismo, divulgada esta semana, pediu aos visitantes estrangeiros para avaliar a culinária das cidades do Brasil. Belém ficou no topo da lista com 99,2% de aprovação, acima da média nacional, de 95,4% (equivalente à nota máxima). Dos turistas do exterior que visitaram a capital paraense em 2016, 34% eram franceses, a primeira nacionalidade, seguidos de norte-americanos, holandeses, argentinos e alemães.

Belém, cuja culinária mistura influências portuguesa, indígena e africana, foi eleita em 2015 Cidade Criativa da Gastronomia pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura).

Pratos como pato no tucupi, maniçoba e tacacá deram fama à gastronomia local, assim como sucos, doces e sorvetes feitos com frutas amazônicas, como açaí, cupuaçu e bacuri. Outro ingrediente que causa sensação é o jambu, erva que provoca um “tremelique” na boca, usado no tacacá e até em cachaça - e que virou tema da música "Jamburana", de Dona Onete, artista número 1 na parada europeia de world music.

Talentos locais

Belém atrai chefs estrelados do mundo inteiro, como o catalão Ferran Adrià, o francês Claude Troisgros e o paulistano Alex Atala, que fazem questão de conhecer o famoso Mercado do Ver-o-Peso, com produtos e ingredientes da Amazônia.

A cidade também tem revelado seus próprios talentos, como o chef Thiago Castanho, do restaurante Remanso do Bosque, que já foi alvo de reportagens do The New York Times e do The Guardian.

Depois da capital paraense, as cidades mais bem avaliadas foram Belo Horizonte (98,5%), Porto Alegre (98,2%), Paraty (97,7%) e São Paulo (97,5%).

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.