Ouvir Baixar Podcast
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 18/01 08h57 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 18/01 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 18/01 08h30 GMT
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 17/01 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 17/01 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 17/01 14h00 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 13/01 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 13/01 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Brasil

Após roubo de atletas, Pequim pede que chineses tomem cuidado no Rio

media Chegada da delegação chinesa no aeroporto do Rio de Janeiro. VANDERLEI ALMEIDA / AFP

As autoridades chinesas fizeram uma série de recomendações aos turistas que viajaram para acompanhar os Jogos Olímpicos, inclusive para "não visitarem favelas ou locais isolados sozinhos". O pedido foi feito depois que vários atletas e membros da delegação da China foram vítimas de roubos.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores da China, além da delegação esportiva do país, jornalistas e turistas chineses vêm sendo "frequentemente roubados, às vezes por pessoas armadas". Os turistas chineses são constantemente alvo de ladrões porque têm a fama de carregar grandes quantias de dinheiro vivo.

Assim, as autoridades chinesas recomendam que os cidadãos do país em visita ao Rio de Janeiro não frequentem favelas ou locais isolados, não carreguem mochilas, não usem joias ou relógios "de marca famosa", nem telefones celulares na rua. Em caso de agressão, Pequim pede que os chineses "mantenham a calma" e evitem resistir aos furtos.

Os Jogos Olímpicos do Rio serão realizados entre os dias 5 e 21 de agosto e acontecerão sob alta segurança. Cerca de 85 mil integrantes das forças de segurança - 47 mil policiais e 38 mil militares - foram mobilizados para garantir a segurança dos 10,5 mil atletas, membros das delegações e 500 mil turistas do mundo inteiro.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.