Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/08 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 18/08 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 18/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 17/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 17/08 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 17/08 09h33 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Brasil

MP português investiga irregularidades em transação entre Oi e Portugal Telecom

media O premiê português Pedro Passos Coelho saiu em defesa de Lula REUTERS/Tobias Schwarz

Segundo a manchete desta terça-feira (21) do jornal português Público, o Ministério Público de Portugal está investigando o envolvimento de políticos do país e também do Brasil em uma meganegócio ocorrido em 2010, com a venda das ações que a Portugal Telecom possuía na empresa brasileira Vivo para a espanhola Telefônica e com a compra de ações da Oi pela Portugal Telecom.

Segundo o jornal, o principal intermediário do negócio teria sido o ex-ministro da Casa Civil do Brasil José Dirceu, também condenado no processo do Mensalão.

O Público diz que há uma série de suspeitas de irregularidades na operação, que teria sido concretizado graças a influência política de Dirceu e do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva sobre o ex-primeiro ministro português José Sócrates. O MP de Portugal confirmou quea investigação está em curso, mas diz que ela ocorre em segredo de justiça.

Em defesa de Lula

Esse não é o único caso envolvendo políticos brasileiros que está repercutindo em Portugal. O primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho, saiu ontem em defesa de Lula.

Ele disse que Lula jamais lhe pediu qualquer tratamento especial à construtora Odebrecht nas três ocasiões em que eles se encontraram. Desde a última quinta-feira, o ex-presidente é alvo de uma investigação no Brasil por supostamente ter feito lobby internacional para a construtora, que hoje está no centro do furacão da operação lava-jato.

Telegramas do embaixador do Brasil em Portugal obtidos pelo jornal O Globo dão a entender que Lula teria intercedido junto ao primeiro-ministro português em favor da Odebrecht.

Em 2013, a empresa brasileira disputava o leilão de privatização da estatal de esgotos EGF, mas acabou não vencendo. Marcelo Odebrecht, presidente da construtora, está preso desde o dia 19 de junho, acusado de participar do esquema de desvio de dinheiro na Petrobras.

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.