Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/11 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/11 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/11 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/11 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/11 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.

Cinema "Lixo extraordinário"

Cinema
 
Cartaz em inglês do documentário "Lixo extraordinário". wastelandmovie.com

O documentário Lixo Extraordinário, que retrata a parcecia inusitada entre o artista plástico Vik Muniz e catadores de lixo brasileiros, foi mais uma vez premiado no estrangeiro.

O filme, co-dirigido por João Jardim, Karen Harley e Lucy Walker, foi eleito pelo público o Melhor Documentário na Mostra Panorama do último Festival Internacional de Berlim

O documentário Lixo Extraordinário retrata a parcecia inusitada entre arte e lixo. O filme mostra a iniciativa de Vik Muniz, um dos artistas brasileiros de maior projeção internacional, que transformou em obras de arte o cotidiano dos catadores de lixo do Jardim Gramacho, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. Ele inspirou os catadores a criar autorretratos com o lixo que apanham.
"O que eu queria fazer era mudar a vida de um grupo de pessoas usando o mesmo material que elas usam todos os dias", explica Vik Muniz no documentário. Os telas criadas com os resíduos do maior aterro sanitário da América Latina foram leiloadas nas prestigiosas casas de leilões internacionais e, ironicamente, muitas vezes retornam ao Brasil para decorar as paredes das casas da alta sociedade.
O filme de 99 minutos, que mostra a luta diária dos catadores pela sobrevivência, é co-dirigido por João Jardim, pela cineasta Karen Harley e pela documentarista inglesa Lucy Walker. João Jardim lembra que o aterro do Jardim Gramacho já foi fonte de inspiração para um outro documentário, Estamira, de 2005, mas acredita que os dois filmes abordam aspectos bem diferentes do cotidiano do aterro sanitário.
Lixo extraordinário é uma co-produção do Reino Unido e do Brasil, produzida pelo cineasta Fernando Meirelles,que começa a ter um reconhecimento internacional. O documentário recebeu recentemente dois prêmios. Ele foi eleito pelo público o Melhor Documentário na Mostra Panorama do Festival Internacional de Berlim e também venceu o prêmio da organização de defesa dos direitos humanos Anistia Internacional. Além disso, Lixo extraordinário já tinha sido recompensado no festival de Sundance.
Para Tião Santos, representante da cooperativa de catadores de Lixo do Jardim Gramacho e um dos personagens principais do documentário, o sucesso do filme foi também a oportunidade de ampliar os horizontes desses trabalhadores. Hoje, 7 mil pessoas dependem direta ou indiretamente da coleta do lixo.

Depois da consagração no exterior, Lixo extraordinário, Waste Land em inglês, participará do Festinal Internacionald de Cinema no Rio de Janeiro, no segundo semestre.
 

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
Programas
 
O tempo de conexão expirou.