Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 15/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 15/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 15/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 15/09 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 15/09 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 15/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 14/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 14/09 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Alerta falso de ataque terrorista: panelas elétricas de arroz paralisam Nova York

media Passageiros na Fulton Street depois de deixarem a estação de metrô de mesmo nome. REUTERS/Stephen Yang

A cidade de Nova York ficou em alerta durante duas horas na manhã desta sexta-feira (16) por causa de três objetos suspeitos. A polícia depois confirmou que eram panelas elétricas vazias e inofensivas.

O primeiro alarme soou em Manhattan por volta de 7h da manhã, quando uma pessoa viu um objeto abandonado na estação de metrô Fulton Street, perto da região do World Trade Center, complexo destruído nos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001.

Uma segunda panela foi encontrada em outra parte da mesma estação, que foi rapidamente esvaziada. Enquanto a polícia anunciava que os objetos eram inofensivos, um terceiro artefato suspeito foi encontrado no distrito de Chelsea, mais ao norte.

John Miller, responsável pelo departamento de inteligência e contraterrorismo da polícia de Nova York, confirmou que o terceiro objeto era também uma panela elétrica.

Panela de pressão

Foi no bairro de Chelsea que uma panela de pressão com explosivos caseiros detonou em setembro de 2016, ferindo 31 pessoas e espalhando pânico na cidade.

Ahmad Rahimi, nascido no Afeganistão e simpatizante da causa jihadista, foi condenado à prisão perpétua pelo incidente. Ele havia preparado três bombas naquele dia, mas apenas uma explodiu.

Imagens de segurança mostram que as duas panelas da estação Fulton Street foram deixadas por um mesmo homem, que as tirou de um carrinho de compras, disse John Miller. As autoridades estão em busca do suspeito.

Ainda não se sabe se a terceira panela tem conexão com as duas encontradas antes, mas são todas do mesmo modelo, informou o policial.

Wall Street na mira

Desde o ataque de Rahimi, o distrito financeiro mais importante dos Estados Unidos foi alvo de outros dois atentados.

Em outubro de 2017, Sayfullo Saipov, do Uzbequistão, utilizou um caminhão para atropelar ciclistas e pedestres em uma ciclovia, matando oito pessoas e ferindo outras 12.

Em dezembro de 2017, Akayed Ullah, um imigrante do Bangladesh, detonou uma bomba no túnel do metrô perto de Times Square, deixando três pessoas levemente feridas. Ele foi julgado culpado por delitos ligados ao terrorismo e vai ser sentenciado no próximo dia 10 de setembro.  

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.