Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 19/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 19/10 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 19/10 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 19/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/10 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

EUA negam existência de rede de espiões trabalhando para a CIA no Irã

media Secretário de Estado americano, Mike Pompeo, diz que rede de espiões no Irã é "mentira" de Teerã. REUTERS/Arnd Wiegmann

As autoridades iranianas prenderam 17 espiões que trabalhavam para a CIA e condenaram à morte alguns deles, informou nesta segunda-feira (22), a mídia oficial do Irã.

A existência de uma rede de espiões trabalhando para os Estados Unidos foi desmentida pelo secretário de Estado americano, Mike Pompeo. “O regime iraniano é conhecido por suas mentiras”, declarou o chefe da diplomacia americana à Fox News.  

A TV nacional iraniana difundiu imagens mostrando, segundo ela, agentes do serviço secreto americano em contato com os supostos espiões.

Em um comunicado lido na TV, o ministério iraniano dos serviços de informações anunciou que 17 espiões tinham sido presos ao longo do ano iraniano, que terminou em março de 2019.

Em junho, o Irã já tinha anunciado ter desmantelado uma rede de espiões trabalhando para a CIA, mas não se sabe se há conexão com o caso divulgado nesta segunda-feira.

(com informações da Reuters)

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.