Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 14/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 14/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 14/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 14/10 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 14/10 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 14/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 13/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 13/10 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Tempestade Barry se transforma em furacão ao se aproximar de Louisiana

media Tempestade Barry se transformou em furacão de nível 1 REUTERS/Jonathan Bachman

A tempestade Barry se transformou em um furacão de categoria 1 (numa escala que vai até 5) neste sábado (13), ao se aproximar da costa de Louisiana, onde deve atingir o solo mais tarde. As informações são do Centro Nacional de Furacões (NHC).

O furacão apresenta agora ventos de cerca de 120 quilômetros por hora, um pouco acima do mínimo para ser classificado na categoria 1, anunciou o NHC em seu último boletim. Esse é o primeiro fenômeno do tipo desta temporada no Atlântico.

Antes mesmo de sua chegada, ele já provocou diversas inundações. Barry, que se locomove lentamente, carrega uma “enorme quantidade de umidade”, que apresenta um “potencial de fortes chuvas” até o norte dos Estados Unidos, de acordo com Ken Graham, diretor do NHC.

As autoridades americanas intensificaram os alertas e o dispositivo anti-inundação, composto por uma rede de barreiras de 6,10 metros de altura, foi ativado. “Nova Orleans está preparada”, afirmou o governador da Louisiana, John Bel Edwards, que decretou estado de emergência na quarta-feira (13). “Ninguém deve subestimar essa tempestade”, tuitou o político.

Morgan City, situada a cerca de 140 quilômetros ao sudoeste de Nova Orleans, deve ser uma das mais afetadas. Segundo a AFP, o local se tornou uma “cidade fantasma” tomada pela chuva e pelo vento. Milhares de habitantes foram evacuados na sexta-feira (12) de áreas próximas à costa.

Estado de emergência

O presidente americano Donald Trump declarou na sexta-feira estado de emergência na Louisiana. A declaração dá ao estado americano o acesso a verbas federais para enfrentar a tempestade e suas consequências.

No dia 29 de agosto de 2005, o furacão Katrina atingiu o sudeste dos Estados Unidos, principalmente o estado da Louisiana, provocando estragos de uma proporção jamais vista. Construída abaixo do nível do mar, Nova Orleans teve 80% de seu território atingido.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.