Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 16/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 16/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 16/07 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 16/07 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 16/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 16/07 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 15/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 15/07 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

16 milhões de americanos faltarão ao trabalho para ver último episódio de "Game of Thrones"

media A atriz Emilia Clarke, que interpreta Daenerys Targaryen e Kit Harington, que encarna Jon Snow, em uma das cenas da oitava temporada de "Game of Thrones". © HBO

A frase "o inverno está chegando" ("winter is coming") caiu no linguajar popular devido ao mais célebre do seriado de fantasia medieval, que conquistou o mundo inteiro em 2011. Com a emissão do último episódio na noite deste domingo (19), o jargão foi adaptado nos Estados Unidos para "a ausência está chegando". Quase 16 milhões de americanos deixarão de ir ao trabalho para poder acompanhar o fim de "Game of Thrones".

Segundo um estudo para o Instituto Workforce, 34% dos trabalhadores americanos devem assistir ao último capítulo de "Game of Thrones", que passará na noite deste domingo no canal HBO. A sondagem aponta que 5,8 milhões de pessoas pegaram folga para não perder o final da saga das famílias que lutam pelo trono de ferro. Outros 11 milhões faltarão ao trabalho na segunda-feira (20), já que o episódio que tem duração de 1h20 e termina no início da madrugada para os moradores da costa leste dos Estados Unidos.

Além desses, 2,9 milhões de empregados preveem chegar atrasados ao trabalho na segunda-feira. Outros 3,4 milhões foram mais espertos: negociaram com suas empresas a possibilidade poder trabalhar de casa no dia seguinte do encerramento de "Game of Thrones".

Segundo a pesquisa, a difusão do último episódio deve ter um impacto na rotina de trabalho de 27,2 milhões de americanos. A sondagem foi realizada entre os dias 7 e 9 de maio com cerca de 1.090 trabalhadores dos Estados Unidos com mais de 18 anos.

Se a expectativa se confirmar, o sexto capítulo da oitava temporada de "Game of Thrones" deve ser uma das dez maiores audiências da história da televisão americana.

Quem vai se sentar no Trono de Ferro?

Oito anos e oito temporadas depois, o seriado conquistou fãs em todo o planeta e acumulou recordes. O episódio 73 deverá selar o destino de Daenerys Targaryen, Jon Snow, Tyrion Lannister, Sansa e Arya Stark, nomes que se tornaram parte da cultura popular.

O fim de Game of Thrones - que conta a história de famílias que lutam pelo almejado Trono de Ferro - também mobiliza os fãs contra os temidos "spoilers", como são chamadas as revelações antecipadas de acontecimentos que estragam a surpresa dos telespectadores. Milhares de pessoas afirmam que, antes de assistir ao episódio final, evitarão as redes sociais.

Arya finalmente matará Daenerys? Jaime e Cersei realmente morreram no capítulo anterior? Bran Stark acabará ocupando o Trono de Ferro? A poucas horas do final, os fãs e a mídia não param de tentar adivinhar o desenlace.

Adaptada dos romances de George R.R. Martin, Game of Thrones se tornou a série mais assistida da HBO já em 2014. O quinto e penúltimo da oitava temporada foi visto ao vivo em 12 de maio por 12,5 milhões de telespectadores apenas nos Estados Unidos.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.