Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/06 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

El Chapo é declarado culpado e pode pegar prisão perpétua

media El Chapo durante sua extradição aos Estados Unidos em 19 de janeiro de 2017 HO / INTERIOR MINISTRY OF MEXICO / AFP

O narcotraficante mexicano Joaquim Guzman, conhecido como “El Chapo”, de 61 anos, foi declarado culpado nesta terça-feira (12). O anúncio foi feito após três meses de processo, onde foi relembrada e analisada a extrema violência dos carteis de droga.

O veredito, anunciado pelos 12 juízes do Tribunal Federal de Brooklyn, deve condenar El Chapo, segundo a lei americana, à pena perpétua. O México colaborou com os Estados Unidos para a extradição do narcotraficante, capturado em janeiro de 2017, após ter escapado duas vezes das autoridades mexicanas.

Os investigadores americanos ouviram 56 testemunhas, incluindo vários ex-funcionários ou pessoas que tinham ligação com El Chapo. Eles o acusaram de co-dirigir o poderoso cartel de Sinaloa, criado entre as montanhas do oeste do México.

Várias testemunhas, que agora estão presas nos Estados Unidos ou sob a proteção das autoridades americanas, descreveram com muitos detalhes a organização do cartel e o papel central de El Chapo. O líder mafioso organizava a exportação de várias toneladas de cocaína da Colômbia aos Estados Unidos, além de ordenar diversos atos violentos para neutralizar seus rivais e manter um esquema de corrupção sistêmico com a polícia, militares e representantes do governo mexicano.

Carteis continuarão sem El Chapo

Após a oficialização da sentença, que deve ocorrer daqui a alguns meses, El Chapo poderá ser transferido para a prisão do Colorado, considerada como uma das mais seguras dos Estados Unidos. Sua condenação é uma vitória para o governo americano, que não conseguiu a extradição do colombiano Pablo Escobar, morto numa operação policial em Medelin em 1993.

A intenção da justiça americana era expor em detalhes o funcionamento dos carteis latino-americanos, que invadem os Estados Unidos com suas drogas desde os anos 1980. O cartel de Sinaloa, de onde veio El Chapo, está longe de ser erradicado. Seu “co-diretor”, Ismael “El Mayo” Zambada, continua em fuga.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.