Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/02 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/02 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 19/02 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 19/02 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 19/02 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 19/02 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 17/02 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 17/02 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Tiroteio em discoteca mata pelo menos 12 na Califórnia

media O tiroteio aconteceu em uma discoteca de Thousand Oaks, ao norte de Los Angeles. Thomas Gorden/via REUTERS

Pelo menos doze pessoas foram mortas e várias foram feridas em um tiroteio dentro de uma discoteca na cidade de Thousand Oaks, na Califórnia, na madrugada desta quinta-feira (8).

Segundo a polícia local, um homem entrou armado com uma pistola e abriu fogo contra os frequentadores do Borderline Bar and Grill, onde acontecia uma festa de estudantes universitários.

"É um cenário horrível. Tem sangue por todos os lados", disse o xerife do condado de Ventura, Geoff Dean, à imprensa. "Não temos ideia de se existe um vínculo terrorista, ou não. As investigações estão em curso e essa informação surgirá quando pudermos determinar exatamente quem era o suspeito e quais eram seus motivos", acrescentou.

Desespero entre frequentadores

De acordo com as autoridades, centenas de pessoas estavam no local no momento do ataque. O jornal Los Angeles Times indica que o agressor teria disparado ao menos 30 vezes contra a multidão. No desespero para fugir da discoteca, os frequentadores quebraram as janelas para escapar do tiroteio.

A polícia foi acionada e chegou ao local ainda durante o ataque. O agressor, cuja identidade não foi revelada até o momento pelas autoridades, foi abatido por policiais dentro da discoteca.

Trata-se do segundo tiroteio nos Estados Unidos em menos de duas semanas. Há dez dias, 11 pessoas morreram em uma sinagoga na cidade de Pittsburgh, no pior ataque antissemita cometido nos Estados Unidos.

  

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.