Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/02 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/02 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 17/02 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 17/02 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 17/02 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 17/02 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Apesar de promessas feitas aos EUA, Coreia do Norte mantém obras em central nuclear

media O líder norte-coreano Kim Jong-Un em visita à China KCNA via REUTERS

A Coreia do Norte continua realizando obras para melhorar a central de pesquisa nuclear de Yongbyon, apesar da promessa anunciada na reunião de cúpula com Donald Trump de desnuclearizar o país. A notícia foi divulgada pelo site especializado 38 North.

O dirigente norte-coreano, Kim Jong-Un, prometeu trabalhar pela desnuclearização após o encontro histórico de 12 de junho em Singapura com o presidente americano Donald Trump. No entanto, as questões práticas envolvendo o desmonte das centrais não foram abordadas na reunião.

O presidente americano e o líder norte-coreano também não definiram um calendário preciso para desmantelar o arsenal nuclear de Kim Jong-Un.Trump declarou que o processo começaria rapidamente, mas não deu detalhes.

Imagens recentes de satélite, no entanto, mostram que as operações continuam em Yongbyon, a principal central nuclear do país, e que obras estão acontecendo no local. "As imagens de satélites privadas de 21 de junho mostram que as melhorias em infraestrutura do Centro de Pesquisa Científica de Yongbyon continuam em um bom ritmo", afirma o 38 North, site de referência para análises sobre a Coreia do Norte.

Testes nucleares

O site também mostra que "seguem as operações" na fábrica de enriquecimento de urânio da central, assim como a presença de novas instalações, incluindo um escritório de engenharia e um acesso a um edifício que abriga um reator nuclear.

O 38 North, porém, indica a possibilidade de que os diretores da central estejam aguardando ordens de Pyongyang relacionadas à promessa de desnuclearização. A Coreia do Norte destruiu em maio a central de Punggye-ri, onde realizou seis testes nucleares, um gesto de boa vontade antes da reunião de cúpula de Singapura.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.