Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 17/01 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 17/01 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 17/01 14h00 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 17/01 08h57 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 17/01 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 17/01 08h30 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 13/01 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 13/01 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Militar americano ferido no Afeganistão recebe primeiro transplante de pênis e escroto do mundo

media Diagrama do transplante peniano realizado no hospital Johns Hopkins. (c) Johns Hopkins Health System 2018

Médicos na Universidade Johns Hopkins (JHU, na sigla em inglês) anunciaram nesta segunda-feira (23) a conclusão do primeiro transplante total de pênis e escroto em um militar que foi ferido no Afeganistão.

A cirurgia, de 14 horas de duração, foi feita em 26 de março por uma equipe de nove cirurgiões plásticos e dois cirurgiões urologistas, disse a JHU em nota.

"Estamos otimistas que esse transplante vai ajudar a restabelecer as funções urinária e sexual próximas do normal para esta pessoa", disse W.P. Andrew Lee, professor e diretor de cirurgia plástica e reconstrutiva na Escola de Medicina da JHU.

Todo o pênis, o escroto sem os testículos e parte da parede abdominal vieram de um doador falecido.

Difícil aceitar

O militar pediu anonimato, mas divulgou uma curta nota, dizendo que espera deixar o hospital na semana que vem. "É um ferimento realmente incompreensível, não é fácil de aceitá-lo", disse. "Quando acordei, finalmente me senti mais normal", completou.

A nota não descreveu como o paciente se feriu.

Transplantes penianos já haviam sido feitos, mas a soma do escroto representa um avanço adicional para a medicina.
  

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.