Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 13/12 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 13/12 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 13/12 14h00 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 13/12 08h57 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 13/12 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 13/12 08h30 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 09/12 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 09/12 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Professores armados é a solução, sugere Trump

media Casa Branca: Donald Trump recebe os sobreviventes do tiroteio em escola da Flórida. REUTERS/Jonathan Ernst

“Uma escola sem armas é um ímã para criminosos”, declarou nesta quinta-feira (22) o presidente Donald Trump, insistindo que uma proposta para armar alguns professores teria um efeito dissuasivo para evitar os tiroteios que regularmente atingem as escolas americanas.

"Professores e treinadores altamente qualificados e adeptos de armas resolveriam instantaneamente o problema, antes da chegada da polícia. Grande poder de dissuasão", escreveu Trump em uma nova série de tuítes.

Na série de mensagens, o presidente reafirmou que pressionará para aumentar de 18 a 21 anos a idade mínima para a compra de uma arma. Ele também insistirá em um reforço das verificações de antecedentes criminais e verificações de saúde mental de potenciais compradores.

Trump retomou essa ideia no dia seguinte a uma reunião na Casa Branca com sobreviventes do massacre em uma escola da Flórida que deixou 17 mortos na semana passada.

Professores armados

No Twitter, o presidente americano disse que os professores armados seriam muito mais eficazes e menos dispendiosos do que contratar guardas de segurança nas escolas. "Uma escola 'sem armas' é um imã para pessoas más. OS ATAQUES ACABARIAM", apontou.

Trump enfatizou, no entanto, que "ele nunca disse" querer armar todos os professores.

"Eu nunca disse 'deem armas aos professores' como saiu no Fake News da CNN & da NBC", escreveu.

"O que eu disse foi: considerar a possibilidade de entregar armas escondidas a professores que são adeptos de armas com formação militar ou treinamento especial - apenas os melhores", escreveu o presidente.

"Cerca de 20% dos professores, muitos, seriam hoje capazes de... responder imediatamente a um tiroteio se um louco selvagem entrasse em uma escola com más intenções", concluiu Donald Trump.

Com agência AFP

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.