Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 15/01 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 15/01 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 15/01 14h00 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 15/01 08h57 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 15/01 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 15/01 08h30 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 13/01 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 13/01 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Atirador deixa pelo menos vinte feridos em escola da Flórida

media Manifestantes pedem fim da violência com armas de fogo nos EUA 路透社。

Um atirador deixou entre vinte e cinquenta feridos numa escola da Flórida nesta quarta-feira (14), de acordo com o corpo de bombeiros. As imagens do canal de televisão NBC6 mostraram uma pessoa sendo evacuado e levada à uma ambulância.

Diversas pessoas foram vistas saindo do local com as mãos para o alto ou atrás da cabeça. As autoridades afirmam que o autor dos disparos ainda não foi capturado.

Ambulâncias, caminhões dos bombeiros e diversas viaturas policiais fazem fila em frente ao estabelecimento escolar Marjory Stoneman Douglas High School, em Parkland, cota leste do estado.

O senador da Flórida Marco Rubio disse em seu twitter: “Estamos acompanhando as evoluções dessa terrível situação”.

O incidente integra a lista dos tiroteios ocorridos nos Estados Unidos desde o início do ano, acendendo mais uma vez o debate sobre a epidemia de violência por arma de fogo. No total, 33.000 pessoas morrem anualmente dessa forma no país.

Problema estrutural

Desde janeiro de 2013, “pelo menos 283 tiroteios foram relatados no país – o equivalente a um incidente do tipo por semana”, de acordo com Everytown for Gun Safety, uma ONG que protesta pelo controle de armas.

Desde o massacre de 2012 na escola Sandy Hook Elementary School em Newtown, no estado de Connecticut, que matou 20 crianças e seis adultos, vários mecanismos de emergência foram postos em prática. O objetivo é ensinar às crianças como reagir em caso de tiroteio.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.