Ouvir Baixar Podcast
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 20/05 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/05 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/05 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 19/05 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 19/05 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 19/05 09h33 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/05 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/05 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Congresso dos EUA aprova orçamento de Trump após intensas negociações

media Câmara de Representantes nos EUA aprova orçamento e encerra paralisação da administração federal. REUTERS/ Leah Millis

A Câmara de Representantes dos Estados Unidos aprovou nesta sexta-feira (9), durante a madrugada, o orçamento de 2018 e 2019. A votação encerrou uma curta paralisação da administração federal – shutdown, segundo a expressão utilizada pelos americanos , que havia começado poucas horas antes por divergências que ainda persistiam entre republicanos e democratas. Como o texto já tinha sido aprovado no Senado, agora ele segue para assinatura do presidente Donald Trump.

Por 240 votos contra 186, a Câmara apoiou o pacote bipartidário que estende os recursos do governo até 23 de março e eleva o limite dos gastos federais em quase US$ 300 bilhões para os próximos dois anos. Pouco depois da meia-noite, o projeto havia recebido 71 votos a favor e 28 contra no Senado.

O acordo dá a Trump a oportunidade de cumprir uma de suas promessas de campanha: o aumento do orçamento militar. Este compromisso é "muito importante" para os militares. "Os republicanos e os democratas devem apoiar nossas tropas e apoiar este projeto de lei", tuitou o presidente durante as negociações, que enfrentaram resistência da minoria democrata.

Finalmente, a oposição democrata também obteve um aumento comparável em itens não militares, como o combate ao vício em opiáceos, o seguro de saúde para crianças pobres e investimentos em infraestrutura. A ajuda de US$ 90 bilhões para os estados devastados por desastres naturais no ano passado também faz parte do acordo.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.