Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 16/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 16/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 16/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 16/08 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 16/08 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 16/08 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 12/08 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 12/08 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.

Brasil compra 335 mil toneladas de ureia da Bolívia

Brasil compra 335 mil toneladas de ureia da Bolívia
 
Bolívia inicia exportações de ureia para o Brasil Ministerio de Hidrocarburos – Bolívia

O governo da Bolívia consolidou esta semana a venda de 335 mil toneladas de ureia para o Brasil. O produto, que é um fertilizante, vai reforçar o comércio bilateral. O território brasileiro é o destino de 19% das exportações da Bolívia, iniciadas há alguns anos com a venda de gás boliviano.

Por Elianah Jorge, correspondente da RFI Brasil na Bolívia

A compra da ureia foi um dos temas da reunião entre os presidentes Michel Temer e Evo Morales, realizada em Brasília em dezembro passado. O produto é utilizado no setor do agronegócio e é considerado como um dos trunfos para aumentar as exportações bolivianas. Um dos representantes do governo boliviano destacou que “o Brasil é o mercado ideal para a ureia por causa dos baixos custos”.

Henrique Pissaia, especialista em desenvolvimento e integração internacional, explicou à RFI o motivo da transação. “Para o Brasil, além de diminuir muito os gastos, há uma grande demanda. Quase não produzimos a ureia e importamos 60% deste fertilizante. Nosso único produtor hoje é a Petrobras", declara. 

Ureia boliviana vai direto para o Centro-Oeste do Brasil

É na região Centro-Oeste do Brasil que estão os principais produtores do agronegócio brasileiro, mercado dependente da ureia. O fertilizante é principalmente usado nas plantações de soja, de cana de açúcar e que também serve para alimentar o gado.

A China é um dos fornecedores de ureia para o Brasil, por isso a proximidade geográfica do território brasileiro com a Bolívia também teve peso nesta transação, conta Pissaia. “Comprando diretamente da Bolívia, que é um parceiro e um vizinho, dá para diminuir os custos em relação à entrada dessa ureia pelo Porto de Santos, atravessar todo o Brasil até chegar a Mato Grosso. Assim ela já entra diretamente pelo foco que é Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. E dá para distribuir para vários Estados em menor escala”, afirma.

Bolívia melhora resultados econômicos

A Bolívia é um dos países sul-americanos com os melhores resultados econômicos da região. Um dos pilares da economia boliviana é a exportação de gás, mas o governo do presidente Evo Morales quer diversificar e industrializar o país


Sobre o mesmo assunto

  • Fato em Foco

    Brasileiros esperam definição sobre estrada na Bolívia

    Saiba mais

  • Bolívia/Brasil

    Deputados bolivianos suspendem obra de rodovia construída pela brasileira OAS

    Saiba mais

  • Evo Morales/Bolívia

    Evo Morales consegue brecha na Justiça para se reeleger infinitamente na Bolívia

    Saiba mais

  • Morales promulga polêmica lei que amplia plantações de coca na Bolívia

    Saiba mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
Programas
 
O tempo de conexão expirou.