Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 10/12 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 10/12 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 10/12 14h00 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 10/12 08h57 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 10/12 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 10/12 08h30 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 09/12 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 09/12 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Avós da Praça de Maio encontram neta desaparecida número 125

media Estela de Carlotto, presidente das Avós da Praça de Maio, em Buenos Aires. RFI

A organização Avós da Praça de Maio, dedicada à procura de crianças sequestradas durante a última ditadura argentina (1976-83), anunciou nesta quinta-feira (26) a comprovação da identidade da neta recuperada número 125.

"Hoje encontramos a neta 125", disse a presidente das Avós, Estela de Carlotto, na sala de concertos do Centro Kirchner, em Buenos Aires, provocando aplausos e lágrimas entre os quase mil presentes na cerimônia do 40º aniversário da organização, que ainda procura 300 netos e netas nascidos de presos políticos do regime militar.

A mãe da neta encontrada era Lucía Rosalinda Tartaglia, uma ativista universitária sequestrada e desaparecida em La Plata (sul de Buenos Aires).

As Avós procuram há quatro décadas pessoas que nasceram quando os pais estavam presos e foram entregues a outras famílias, geralmente de membros das Forças Armadas.

Ao menos 700 militares, policiais e civis foram condenados por graves violações dos direitos humanos desde que foram anuladas as leis de anistia pelo governo Néstor Kirchner.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.