Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 24/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 24/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 24/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 24/08 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 24/08 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 24/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Melania Trump ganha processo milionário de difamação contra jornal britânico

media Melania Trump durante a campanha presidencial de 2016. REUTERS/Mike Segar TPX IMAGES OF THE DAY

O grupo Associated Newspapers, que detém o diário Daily Mail e a versão internet MailOnline, pediu desculpas à primeira-dama americana, Melania Trump, e concordou em pagar uma indenização por uma reportagem de agosto de 2016, durante a campanha presidencial nos Estados Unidos. O veículo publicou alegações de que ela teria sido “escort girl” nos anos 1990.

Em fevereiro deste ano, Melania Trump entrou com um processo, pedindo ressarcimentos de US$ 150 milhões (R$ 450 milhões). O valor final acertado não foi divulgado, mas a Reuters, citando fontes anônimas, informa que foi menos de US$ 3 milhões (R$ 9 milhões), incluindo danos morais e custos do processo.

Como parte do acordo, o veículo britânico, que já tinha retirado do ar a publicação, teve também de fazer um pedido público de desculpas à primeira-dama, lamentando qualquer sofrimento e constrangimento que ela tenha passado. John Kelly, advogado de Melania, alegou que a reportagem prejudicou o trabalho de “empresária de sucesso” da mulher de Donald Trump.

Nos documentos apresentados em fevereiro, Melania Trump afirmava que, por causa das alegações do Daily Mail, ela e sua marca teriam perdido “milhões de dólares” em licenciamentos, marketing e oportunidades de negócios que poderiam ter ser oferecidas a “uma das mulheres mais fotografadas do mundo”.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.