Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 25/05 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 25/05 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 25/05 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 24/05 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 24/05 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 24/05 15h00 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 20/05 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 20/05 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Venezuelanos voltam às ruas contra juízes do Tribunal Supremo de Justiça

media Centenas de opositores ao governo de Nicolás Maduro realizaram uma manifestação na terça-feira (4). REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

Pela segunda vez nesta semana, a oposição venezuelana vai às ruas nesta quinta-feira (6) pedir a destituição de juízes do Tribunal Supremo de Justiça (TSJ). A tensão no país, assolado por uma profunda crise, voltou a subir após o presidente Nicolás Maduro ter anunciado, na semana passada, que o Poder Legislativo, de maioria opositora, ficaria sem poderes.

A atitude de Maduro chamou a atenção internacional para o que foi classificado de ruptura da ordem democrática na Venezuela. Maduro voltou atrás em sua decisão, porém a situação ainda não está totalmente resolvida.

O protesto desta quinta-feira partirá de sete pontos de Caracas e foi batizado de “Tranca Contra o Golpe”, em referência ao que os críticos ao governo chamam de "autogolpe de Estado". Nos lugares de concentração haverá coleta de assinaturas para pedir o início do procedimento para a remoção de juízes do TSJ.

Na última terça-feira (4) os opositores convocaram os cidadãos para marchar até a Assembleia Nacional, porém legisladores e manifestantes foram impedidos de chegar à sede do Parlamento por policiais e paramilitares. Houve confrontos nas principais vias de Caracas e nove pessoas foram levadas a hospitais.

Na sessão parlamentar, que só pôde ser realizada na quarta-feira (5), os legisladores da oposição concordaram em iniciar o processo de remoção dos juízes do TSJ, que seriam favoráveis ao governo. Já os deputados da ala chavista rejeitaram a ativação do procedimento.

No entanto, retirar os juízes é algo complexo tendo em vista que é necessário o apoio de pelos menos dois dos três integrantes do órgão chamado de "Poder Cidadão" – integrado pela Procuradoria-Geral, pela Controladoria e pelo Defensor do Povo. Até o momento, somente a procuradora-geral Luisa Ortega Díaz foi contra a decisão de Maduro.

Pior momento da história da Venezuela

Na terça-feira, mais de 30 pessoas ficaram feridas nos protestos entre estudantes e policiais nas cidades de San Cristóbal e Valencia, no interior da Venezuela. O país passa pelo pior momento de sua história. A Venezuela tem a maior inflação do mundo, alta recessão econômica e escassez de alimentos e remédios.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.