Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/08 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 22/08 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 22/08 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 20/08 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 20/08 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Trump demonstra interesse em receber Temer nos EUA

media O presidente Michel Temer disse que Donald Trump quer recebê-lo em Washington. REUTERS/Adriano Machado

O presidente americano, Donald Trump, conversou sobre as relações bilaterais dos Estados Unidos e o Brasil em um telefonema na tarde de sábado (18) ao presidente brasileiro, Michel Temer. Uma nota divulgada pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência destaca que esta foi a segunda conversa telefônica entre os dois chefes de Estado.

Após a conversa, Temer relatou em sua conta no Twitter que Trump o cumprimentou pelas "transformações" que seu governo vem efetuando no Brasil e "os importantes resultados já alcançados".

Temer apresentou ao líder americano uma série de indicadores econômicos recentes que permitem, segundo o peemedebista, afirmar que "o crescimento da economia e do emprego retornaram ao Brasil". Trump demonstrou interesse "em uma visita nossa a Washington", de acordo com o presidente brasileiro.

Temer insistiu na importância de "aprofundar uma agenda bilateral para o crescimento, baseada na expansão do comércio e do investimento". Comentou também que, ao longo da próxima semana, terá encontros com a Câmara de Comércio Brasil-EUA e com o Conselho das Américas.

Por iniciativa de Trump, eles trataram de temas da atualidade regional. Mas sobre esse tema a nota oficial não revela os detalhes. Ficou acertado que os dois dirigentes manterão contato regular e deixarão abertos os canais diretos de diálogo.

A conversa com Trump aconteceu em meio ao escândalo da carne adulterada, revelado pela Operação Carne Fraca, da Polícia Federal. O presidente brasileiro convocou para este domingo uma reunião de emergência em Brasília com ministros e representantes de frigoríficos para tratar o escândalo, que pode afetar ainda mais a imagem do Brasil no exterior.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.