Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 18/11 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 18/11 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 18/11 14h00 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 18/11 08h57 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 18/11 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 18/11 08h30 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 17/11 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 17/11 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Como serão os 100 primeiros dias de Trump na presidência?

media Partidários de Donald Trump, em Greenwood Village, nos Estados Unidos Jason Connolly / AFP

O novo presidente dos Estados Unidos assume o poder no próximo dia 20 de janeiro. O que se pode esperar do novo chefe de Estado americano? Uma de suas promessas de campanha é promover mudanças rápidas durante seus cem primeiros dias de governo.

“A mudança começará logo no primeiro dia”, insiste Trump. O bilionário de 70 anos, que critica constantemente “um sistema completamente manipulado”, prometeu devolver aos americanos “a grandeza da América”, com duas ideias principais: revitalizar a economia e proteger os americanos.

As medidas de Trump foram detalhadas no dia 22 de outubro em Gettysburg, na Pensilvânia, local histórico da Guerra de Secessão, onde Abraham Lincoln pronunciou um discurso histórico em 1863.

No primeiro dia de seu mandato, Trump prometeu renegociar o tratado de livre comércio (NAFTA) enrre o Canadá, os Estados Unidos e o México, e a retirada dos Estados Unidos do TPP (Tratado Transpacífico). Outras medidas incluem a retirada das restrições à produção das energias fósseis e a retomada do projeto Keystone XL, um gigantesco projeto entre EUA e Canadá vetado pelo presidente Barack Obama em 2015.

O oleoduto transportaria petróleo canadense da província de Alberta até Nebraska, nos Estados Unidos. Em seguisa, o óleo seria enviado às refinarias americanas no Golfo do México.

Trump também pretende cancelar os recursos enviados às Nações Unidas para programas de luta contra as mudanças climáticas.

"Contrato revolucionário"

O bilionário também afirma que expulsará mais de 2 milhões de imigrantes ilegais– mas não detalhou como financiará a medida. O novo presidente eleito também vai suspender a imigração de regiões “propensas ao terrorismo”, sem especificar quais são as regiões, e reforçar o controle nas fronteiras. As medidas fazem parte de um “contrato revolucionário” com o eleitor americano.

Donald Trump também declarou que vai cancelar todos os decretos "anticonstitucionais" assinados pelo presidente Barack Obama. O muro na fronteira com o México, disse, será financiado pelo país. Uma pena de prisão de dois anos também será instaurada para todos os imigrantes clandestinos expulsos que queiram retornar aos Estados Unidos.

O novo presidente eleito também pretende abolir o chamada Obamacare, uma lei que prevê a criação de um sistema único de saúde para toda a população americana.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.