Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/02 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/02 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 17/02 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 17/02 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 17/02 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 17/02 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Hillary garante indicação como candidata democrata nos EUA

media A democrata Hillary Clinton conseguiu o número de delegados suficientes para ser candidata à Casa Branca. REUTERS/Lucy Nicholson

Hillary Clinton já comemora: ela é a primeira mulher a garantir a indicação à presidência dos Estados Unidos. A derradeira super-terça-feira das primárias americanas acontece nesta terça-feira (7), mas ontem, a pré-candidata democrata conseguiu, com o apoio oficial de vários superdelegados, a maioria das intenções de voto na Convenção Democrata de julho.

Eduardo Graça, correspondente da RFI em Nova York

De acordo com a agência Associated Press (AP) a ex-primeira-dama e pré-candidata democrata às eleições presidenciais americanas de novembro fez história. Ela conseguiu, com o apoio oficial de figuras de destaque do Partido Democrata que têm direito a voto independentemente do resultado das primárias estaduais, a maioria na Convenção Democrata de julho. Com isso, ela será a primeira mulher a garantir a indicação à presidência por um dos dois maiores partidos dos EUA.

Matematicamente, não há mais como o senador Bernie Sanders derrotá-la. Porém, o adversário de Hillary conclamou seus apoiadores a mostrarem a força da esquerda do partido nas prévias de hoje, quando seis estados, entre eles os importantíssimos Califórnia e Nova Jersey, irão às urnas.

Bernie vai questionar indicação de Hillary

Bernie diz que se vencer hoje com folga levará para a convenção a mensagem de que Hillary só ganhou a disputa por conta do apoio da cúpula do partido (os superdelegados) e não do voto popular.

Mas o presidente Barack Obama, que no domingo (5) fez um apelo a Bernie pela unidade do partido, lembra que Hillary tem hoje uma vantagem de 3 milhões de votos em relação ao senador e que quem parece estar ganhando com a briga democrata tem nome e sobrenome bem conhecido de todos: Donald Trump, já apoiado por praticamente todo o partido Republicano. Obama aguarda apenas os resultados amanhã para anunciar o apoio formal a Hillary.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.