Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/03 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/03 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/03 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/03 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/03 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/03 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 17/03 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 17/03 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Últimas notícias
  • Ciclone pode ter matado mais de mil pessoas, afirma presidente de Moçambique
Américas

Segundo turno no Peru tem disputa apertada entre Keiko e Kuczynski

media Os candidatos nas eleições presidenciais do Peru Keiko Fujimori e Pedro Pablo Kuczynski, em Lima, 10 de abril de 2016. REUTERS/Mariana Bazo (L) and Guadalupe Pardo/Files

Os peruanos vão às urnas divididos no segundo turno das eleições presidenciais, que acontece neste domingo (5). As últimas pesquisas, divulgadas no sábado (4), apontam um empate técnico entre a populista de direita Keiko Fujimori e o representante de centro-direita Pedro Pablo Kuczynski, que aparece com uma pequena vantagem. Há uma semana, Keiko, liderava todas as sondagens.

Depois de ver sua vantagem desaparecer nos últimos dias, Keiko Fujimori tenta neste domingo se tornar a primeira mulher eleita presidente do Peru. Mas segundo as pesquisas mais recentes, a disputa contra o adversário Pedro Pablo Kuczynski será acirrada.

De acordo com os institutos Ipsos e GFK, Fujimori deixou de ser apontada como favorita e Kuczynski aparece um pouco à frente da filha do ex-presidente Alberto Fujimori, condenado por crimes de corrupção e contra a humanidade, que governou o país andino entre 1990 e 2000. Na pesquisa Ipsos, Kuczynski tem 50,4% dos votos válidos contra 49,6% para Fujimori. Já o instituto Gfk, atribui uma vantagem ainda maior a Kuczynski, 51,1% dos votos, contra 48,9% para Fujimori.

Resultado do segundo turno é incerto

"Nada é definitivo. Só é possível antecipar que esse empate técnico antecipa um resultado apertado” no domingo, explicou Alfredo Torres, presidente-executivo do Ipsos. Ele avalia que a vantagem do candidato de centro-direita pode se reverter “se o ativismo da militância da Fuerza Popular (partido de Fujimori) conseguir aumentar a participação eleitoral e a participação ao seu favor no interior do país".

A candidatura de Keiko foi afetada recentemente por denúncias de suposta lavagem de dinheiro e narcotráfico de colaboradores próximos.

Kuczynski, por sua vez, é vinculado a grandes empresas, mas conseguiu o voto antifujimorista e da maioria dos candidatos derrotados no primeiro turno - especialmente da esquerda -, que consideram o retorno do fujimorismo prejudicial para o país.

Voto é obrigatório no Peru

O voto é obrigatório no Peru e 23 milhões de eleitores estão inscritos nessa eleição que irá escolher o presidente que governará o país até 2021. Os locais de votação abriram suas portas às 8h (10h de Brasília) e vão funcionar até às 16H00 (18h de Brasília). Os primeiros resultados oficiais devem ser anunciados às 22h (0h de Brasília).
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.