Ouvir Baixar Podcast
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 25/09 09h30 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 29/09 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 25/09 09h33 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 29/09 09h36 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 29/09 09h57 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 29/09 15h00 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 29/09 15h06 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 29/09 15h27 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Últimas notícias
  • Pelo menos para três pessoas morreram no acidente de trem em Nova Jersey
Américas

El Chapo, traficante mais procurado do mundo, é preso no México

media Prisão de El Chapo poderia resultar em recompensa milionária. AFP PHOTO/ Yuri CORTEZ

O traficante Joaquin “El Chapo” Guzmán, 58 anos, foi preso nesta sexta-feira no México, seis meses depois de protagonizar uma fuga cinematográfica de uma penitenciária de segurança máxima do país. O anúncio da prisão foi feito pelo presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, em sua conta no Twitter.

Marinheiros mexicanos realizaram grandes operações nos estados do noroeste de Sinaloa e Durango desde a fuga espetacular do traficante. A notícia de sua prisão foi anunciada depois que a Marinha Armada do México informou que cinco homens morreram em um tiroteio com militares na cidade de Los Mochis, Sinaloa, também do noroeste.

"Missão cumprida: o pegamos. Quero informar aos mexicanos que Joaquín Guzmán Loera foi detido”, escreveu o chefe de Estado. Um porta-voz da presidência confirmou a informação, mas se negou a dar mais detalhes sobre a prisão.

 

Guzmán Loera, considerado o narcotraficante mais procurado do mundo, fugiu da prisão El Altiplano, em Almoloya, a 90 km da capital mexicana, no dia 11 de julho. Ele escapou por um buraco no banheiro de sua cela que dava acesso a um túnel de 1,5 km, construído por seus cúmplices.

O túnel começou a ser cavado embaixo da ducha de sua cela. Para completar a humilhação das forças de seguraça da penitenciária, El Chapo atravessou o caminho subterrâneo em uma motocicleta adaptada para trilhos. A polícia e o Exército organizaram operações em todo o país para capturá-lo.

A fuga foi um duro golpe para o governo do presidente Enrique Peña Nieto, que determinou as detenções do diretor da prisão, da diretora do serviço penitenciário federal e de outros 12 funcionários, suspeitos de ajudar Guzmán. Em setembro, o México emitiu uma ordem de detenção com objetivo de extradição aos Estados Unidos. A captura de Guzmán valia uma recompensa de US$ 3,8 milhões.

"El Chapo" é o único narcotraficante que conseguiu fugir duas vezes de uma penitenciária de segurança máxima no México. Em 2001, quando o país era governado pelo Partido Ação Nacional (PAN, conservador), ele escapou no carrinho de lavanderia de uma prisão de Jalisco (oeste).

Na última década, o cartel de Sinaloa, comandado pelo traficante, construiu dezenas de túneis com sofisticados sistemas de ar condicionado, iluminação e trilhos, pelos quais transportou centenas de toneladas de droga do México aos EUA, o principal mercado de consumo de drogas do mundo.

Com informações AFP
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.