Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 26/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 26/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 26/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 26/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 26/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 26/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 25/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 25/06 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Câmera de segurança flagrou fuga de chefão do cartel mexicano; assista ao vídeo

media Camêra de segurança flagrou fuga do chefe do cartel de Sinaloa. Capture d'écran

As autoridades mexicanas publicaram nesta terça-feira (14) um vídeo da fuga do chefe do narcotráfico Joaquín Guszmán, mais conhecido como “El Chapo”. O líder do quartel de Sinaloa escapou de sua cela em uma penitenciária de segurança máxima por um túnel no banheiro

As imagens registradas pela câmera de segurança da cela mostram "El Chapo" de uniforme, urinando e olhando nervoso para o chão da ducha. Nas imagens de pouca qualidade, ele se senta na cama para mudar de sapato, volta para a ducha, se agacha e desaparece do vídeo e do presídio de El Altiplano.

Esta foi a segunda vez que o inimigo número um do governo mexicano escapou do sistema carcerário de máxima segurança do país, o que a imprensa já chama de uma “humilhação internacional”. A captura do chefão do narcotráfico, em fevereiro de 2014, tinha sido apresentada como um grande êxito do governo do presidente Enrique Peña Nieto.

O chefe da segurança nacional, Monte Alejandro Rubido, apresentou também outro vídeo em que é possível ver o túnel de mais de 10 metros de altura pelo qual o narcotraficante, de 58 anos, desceu uma escada até o túnel que o levou para fora do complexo penal.

Rubido reiterou que, por motivos de privacidade, a cela de Guzmán tinha dois pontos cegos e que o tapume da ducha impediu que os supervisores das câmeras de segurança percebessem os movimentos de fuga do prisioneiro.

Vários soldados participam das buscas pelo fugitivo e até os vôos do aeroporto mais próximo do presídio chegaram a ser suspensos. O governo mexicano oferece uma recompensa de 60 milhões de pesos mexicanos (o equivalente a quase R$ 12 milhões), por informações que levem a captura del Chapo.

 

 
O tempo de conexão expirou.