Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 19/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 19/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 19/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 19/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/06 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Tiroteio entre polícia e narcotraficantes deixa 44 mortos no México

media Policiais federais cercam o sítio onde os suspeitos narcotraficantes se refugiaram, em Tanhuato, no Estado de Michoacán, em 22 de maio de2015. REUTERS/Alan Ortega

O confronto entre policiais federais e suspeitos de pertencer ao cartel Jalisco Nueva Gereración aconteceu no Estado de Michoacán, no oeste do país, informaram autoridades mexicanas na sexta-feira (22). O tiroteio, que deixou 44 mortos, entre eles um policial, é um dos mais violentos do México, desde a chegada do presidente Enrique Peña Nieto ao poder, em dezembro de 2012.

O confronto aconteceu em um sítio perto de Tanhuato, nas proximidades da fronteira com o Estado de Jalisco, reduto do cartel Jalisco Nueva Generación. Segundo o correspondente da RFI no México, Patrick-John Buffe, o tiroteio durou mais de três horas.

A grande maioria das vítimas é de suspeitos narcotraficantes e o confronto representa uma importante vitória para os policiais mexicanos nessa guerra contra o trágico de drogas no país.

Cartel Jalisco

O cartel Jalisco realizou nas últimas semanas ataques espetaculares contras as autoridades mexicanas. Em um deles, os narcotraficantes conseguiram abater um helicóptero do exército, provocando a morte de oito soldados. Em abril passado, uma emboscada contra a Polícia Federal matou 15 agentes.

Os confrontos entre as forças de ordem do México e os cartéis de droga do país já deixaram mais de 100.000 mortos desde o início de 2007.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.