Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 26/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 26/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 26/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 26/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 26/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 26/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 25/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 25/06 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Argentina vai acionar SEC nos EUA depois de declarar moratória parcial

media O chefe de governo da Argentina, Jorge Capitanich. REUTERS/Cabinet Chief of Staff office-Handout via Reuters

Acusando os fundos abutres de manobras fraudulentas, a Argentina decidiu acionar a autoridade que regula as operações da bolsa nos Estados Unidos (SEC). O anúncio foi feito nesta segunda-feira (4) pelo chefe de governo argentino Jorge Capitanich.

A Argentina declarou moratória parcial na quarta-feira passada, pela Justiça americana, depois do pagamento de parte dos títulos reembolso da sua dívida. O país sul-americano também pedirá formalmente a revogação do mediador nomeado para o caso. O governo suspeita de "parcialidade", segundo o chefe de governo argentino.

"Observamos claramente mecanismos de utilização de informações privilegiadas, além da detenção de títulos reestruturados, seguros de moratória de pagamento e um julgamento", declarou o primeiro-ministro a respeito dos fundos especulativos que venceram uma longa batalha judiciária. Por conta da derrota, o país foi condenado a pagar US$ 1,3 bilhão de dólares.

Fundos abutres podem manipular valores

De acordo com o premiê, o juiz Thomas Griesa deu aos fundos abutres a possibilidade de suspensão do julgamento. Isso significa, diz, que os fundos podem manipular os valores na bolsa e ter informações privilegiadas que favoreçam a volatilidade dos mercados – tendo assim ganhos consideráveis.

Concretamente, a Comissão Nacional dos Valores da Argentina vai notificar o organismo regulador das operações na bolsa nos Estados Unidos. Nesta sexta-feira, o juiz encarregado do caso pediu que as partes dêem continuidade às discussões.

Somente depois da resolução do litígio a Argentina poderá retomar o reembolso a 93% dos credores que autorizaram uma reestruturação da dívida, que significa o ‘perdão’ de cerca de 70%.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.