Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/07 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/07 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/07 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/07 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Lucas Moura pode estrear no PSG em amistoso contra Lekhwiya

media Lucas Moura (e) realiza seu primeiro treino com a camisa do Paris Saint-Germain, no primeiro dia do ano em Doha, no Catar. REUTERS/Fadi Al-Assaad

O atacante brasileiro Lucas Moura pode realizar nesta quarta-feira, sua estreia com as cores do Paris Saint-Germain (PSG) no amistoso contra o Lekhwiya, no estádio Jassim Bin Hamad, em Doha, no Catar.

Durante a apresentação oficial do jogador à imprensa na terça-feira, o diretor esportivo do PSG, o brasileiro Leonardo, não confirmou a participação do atleta na partida. No entanto, o treinador do time francês, Carlo Ancelotti, disse no sábado que todos os jogadores terão tempo de jogo, nem que seja por apenas alguns minutos.

Depois do Lekhwiya, o PSG enfrenta o Arras no domingo, na Copa da França. O último jogo oficial do jogador foi no dia 12 de dezembro, mas mesmo tendo tirado quase 20 dias de férias, o brasileiro, considerado como a futura estrela da Seleção, apresenta boas condições físicas.

Após sua chegada no Catar, Lucas realizou uma bateria de exames médicos na clinica  Aspetar, no complexo esportivo Aspire, na capital Doha. Em seguida, fez seu primeiro treino com a equipe do PSG. Com apenas 20 anos de idade, o atleta que jogava no São Paulo, foi comprado por mais de 40 milhões de euros.

Para ele o contrato de quatro anos e meio com o time francês é um “desafio e um "importante passo na carreira”. "Na Europa, é onde estão as competições mais fortes. O PSG tem uma longa história com jogadores brasileiros e eu espero poder escrever uma nova página nessa história”, declarou.

Durante a coletiva, o presidente do PSG, Nasser El-Khelzifi, elogiou o trabalho de seu diretor esportivo, o brasileiro Leonardo, e classificou a nova aquisição do time como um dos “melhores jogadores do mundo”.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.