Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/05 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/05 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/05 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/05 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 18/05 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 18/05 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/05 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/05 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Barack Obama se prepara para definir rumos da campanha

media O presidente americano Barack Obama. REUTERS/Kevin Lamarque

O presidente norte-americano, Barack Obama, definirá hoje os rumos de sua estratégia para o ano eleitoral, que tentará capitalizar as frustrações dos eleitores com o Congresso. Obama retorna à campanha para a eleição presidencial de 2012 apenas um dia depois da primeira disputa entre pré-candidatos republicanos em Iowa. Ele viajará para o Estado de Ohio, considerado crucial para a sua reeleição.

Após passar dez dias de férias no Havaí, o presidente democrata apresentará suas políticas econômicas, que devem se opor de frente com as dos candidatos republicanos, seus adversários nas eleições de novembro. Depois de um ano de desgastantes batalhas legislativas, Obama deve manter a pressão sobre os republicanos no Congresso, que ele acusa de obstruir os esforços pela recuperação econômica e culpa por grande parte dos problemas de Washington.

A expectativa é de que o democrata continue martelando temas populistas e se retratando como ídolo da classe média. Seus assessores afirmam que ele anunciará novas medidas para criar empregos, mesmo com a oposição do Congresso. "Se o Congresso se recusar a agir e se os republicanos escolherem o caminho da obstrução ao invés da cooperação, então o presidente não ficará sentado aqui", disse o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney.

Quanto à campanha, os assessores do presidente não perderam tempo e inseriram Obama em mais uma rede social, o Instagram, aplicativo de compartilhamento de fotos para smartphones. As primeiras imagens publicadas mostram o democrata justamente em Iowa, onde os republicanos iniciavam as primárias do partido. No curto período em que é membro do Instagram, Obama reuniu 14 mil seguidores em 12 horas.

Republicanos “extremistas”

Em reação aos resultados da primeira votação das primárias do Partido Republicano, a equipe de campanha do presidente afirmou hoje que a escolha de Mitt Romney significa a “vitória dos candidatos extremistas”. Por apenas oito votos de diferença, Romney venceu o conservador-cristão Rick Santorum em Iowa, a primeira etapa de um longo processo até a escolha definitiva do rival de Obama, que será definido em agosto. As eleições presidenciais ocorrem em novembro.

“O programa extremista do Tea Party teve uma clara vitória”, disse o diretor de campanha de Obama, Jim Messina. “Pouco importa quem os republicanos escolherão como candidato: nós venceremos qualquer um que adote certas idéias para ganhar, como jurar que vai deixar Wall Street ditar suas próprias regras, acabar com o Medicare ou voltar atrás sobre os direitos dos homossexuais.”
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.