Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 23/11 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 23/11 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 23/11 14h00 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 23/11 08h57 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 23/11 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 23/11 08h30 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 19/11 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 19/11 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
África

Papa visitará Egito para reforçar diálogo entre religiões

media Papa Francisco visitará o Egito em abril REUTERS/Alberto Pizzoli/Pool

O papa Francisco viajará ao Cairo nos dias 28 e 29 de abril, onde se reunirá com o presidente egípcio, Abdul Fatah al-Sisi, com o grande imã da mesquita de Al Azhar e com o papa da Igreja Ortodoxa Copta, anunciaram neste sábado (18) o Vaticano e a presidência egípcia.

Ahmed al Tayeb, o grande imã da mesquita de Al Azhar, principal autoridade do islã sunita, realizou uma visita histórica ao Vaticano para se reunir com o pontífice argentino em maio de 2016.

No encontro de 30 minutos, o papa e o imã se concentraram principalmente no tema do compromisso comum das autoridades e fiéis com a paz no mundo, no repúdio à violência e ao terrorismo e na situação dos cristãos e sua protecção no contexto dos conflitos no Médio Oriente. 

O papa Francisco expressou ao imã “estima e respeito pelo Islã" e o desejo que de haja empenho na “compreensão entre cristãos e muçulmanos no mundo, para construir a paz e a justiça”.

Igreja Ortodoxa Copta

Já o encontro com o líder da Igreja Ortodoxa Copta, o papa Teodoro II, será na catedral de São Marcos. Trata-se da igreja cristã nacional do Egito ("copta" significa "egípcio") e uma das igrejas da Ortodoxia Oriental mais antigas do mundo.

O Egito acredita que "essa importante visita contribuirá para reforçar a mensagem de paz e o espírito de tolerância e de diálogo da humanidade entre todas as religiões e a rejeitar o discurso de terrorismo e fanatismo", informou o porta-voz do presidente, Alaa Yussef, em comunicado.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.