Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 15/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 15/11 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 15/11 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 14/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 14/11 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 14/11 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 14/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 14/11 09h36 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
África

TACV deve 14 milhões de euros à ASA

media Miguel Martins/RFI

A transportadora aérea cabo-verdiana deve mais de 14 milhões de euros à empresa ASA, Aeroportos e segurança aérea. Sectores da oposição pedem mesmo a demissão de João Pereira da Silva, o presidente do Conselho de administração dos TACV.

O montante da divida foi divulgada pelo presidente do Conselho de Administração da empresa da ASA, Sandro Brito, em entrevista ao jornal online, Ocean Presse.

O responsável avançou ainda que para aliviar o esforço financeiro da TACV e amortizar a dívida a empresa de Aeroportos e Segurança aérea -ASA- assumiu parte dos seus trabalhadores e serviços e criou a Cabo Verde Handling. Porém, as dificuldades económicas da TACV somam-se a empresa não tem conseguido saldar as contas com a recém criada Cabo- Verde Handling.

A situação económica da empresa de Transportes de Cabo verde é de tal maneira preocupante que o presidente do Conselho de Administração, João Pereira da Silva, anunciou a possibilidade do encerramento da companhia aérea nacional a curto prazo.

Declarações que suscitaram várias reacções no meio político com o presidente do maior partido da oposição Ulisses Correia e Silva a afirmar nas redes sociais que é tempo de "ultrapassar as limitações do funcionalismo público muitas vezes medíocres". O vice-presidente do MPD, Olavo Correia, vai mais longe e pede a demissão do patrão dos TACV.

Júlio Correia deputado do PAICV, partido no poder, é mais ponderado referindo que a companhia aérea nacional é um assunto de Estado e uma responsabilidade do governo. Questionado sobre a situação financeira da TACV e sobre o possível afastamento de João pereira da Silva, a ministra das infra-estruturas e Economia Marítima, Sara Lopes, afirmou que a substituição "não é uma prioridade".

Mais explicações com o nosso correspondente em Cabo Verde, Odaír Santos.

Correspondência de Cabo Verde 09/07/2015 Ouvir

 

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.