Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/09 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 22/09 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 22/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 21/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 21/09 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 21/09 09h33 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
África

FSM denuncia neocolonialismo em África

media Logo do Fórum Social Mundial fsm2011.org

Após cinquenta anos de independência  da maioria das ex-colonias, o Fórum Social Mundial-FSM- a decorrer na capital senegalesa, Dacar, denunciou a possibilidade do neocolonialismo regressar a África .

O alerto foi dado pelas organizações não governamentais (ONG's), Enda e Oxfam, que denunciaram a "apropriação de terras por grupos estrangeiros, europeus, asiáticos" e também por "africanos ricos".

Ainda segundo um responsável, de umas das ONG's "de acordo com um relatórios do Banco Mundial, entre agosto de 2008 e outubro de 2009, cerca de 42 milhões de hectares foram adquiridos nos países do sul. Mas os investidores do norte e elites do sul envolvidas nestas aquisições têm fins predominantemente especulativos sem investir na agricultura".

O FSM decorre até sexta-feira e pretende reavivar a agricultura familiar no continente africano e, ao mesmo tempo, assegurar a independência alimentar.

Quem marcou presença, pela segunda vez, no Fórum Social Mundial, foi Lula da Silva, ex chefe de estado brasileiro reunido com o seu homólogo, Abdoulaye Wade, Lula da Silva criticou o capitalismo, neoliberalismo e referiu que os países ricos devem ajudar o continente africano a desenvolver o setor agrícola .

Com a colaboração do nosso correspondente em Dacar, Cândido Camara.

 

Correspondência, Cândido Camara 08/02/2011 Ouvir

 
O tempo de conexão expirou.